quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

2015 levo-te...


no coração, mas que venha 2016.

Por norma, todos os anos faço uma lista com os meus objectivos para o ano novo, este ano decidi fazer a lista aqui:

1 - Viajar (Paris, Londres, Madrid)
2 - Fazer o 2º nível do curso de Francês
3 - Tirar um curso de Recursos Humanos
4 - Começar a treinar 3 vezes por semana
5 - Aprender a estar mais tempo sozinha
6 - Não falhar nenhum dos aniversários dos meus amigos
7 - Dançar até cair para o lado
8 - Ser mais paciente
9 - Ir
11 - Estar com ele
10 - Ser todos os dias feliz!

Bom ano !

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Ontem vi pela milésima vez o primeiro filme "sex and the city". E pela milésima vez pensei no porquê da Carrie perdoar todas as "aldrabices" ao nosso Mr. Big. Foram 10 anos de "terapia de choque", de avanços e recuos, de outras escolhas e quando finalmente parecia que já nada havia a temer pumbas o homem tem mais uma crise de problemas existenciais e deixa-a. Podia dizer que não entendo o porquê destas relações e na verdade não entendo, mas compreendo, ou não fosse eu um dos números da estatística. Viver com alguém que se debate entre o sim e o não foi o que me calhou. Podia dizer-vos que uma vez bati com a porta e nunca mais olhei para trás, mas estaria a mentir. Fechei-a várias vezes e outras quantas foi-me também fechada, mas depois não se fechava e ela ficava só ali encostada à espera que alguém se lembrasse de a abrir.
A verdade é que podem existir mil e um motivos para seguir em frente, para dizer que não, mas basta um para ficar. Basta gostar! Se gostas ficas, ou vais ficando até não dar mais...No meu caso, sei que um dia vou ter que o deixar ir porque amar nunca será pedir a alguém que mude por nós!

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

O google...

diz que em 2015 uma das pesquisas mais frequentes foi :" O que é o amor?". Caramba, como nunca me lembrei de procurar no google? Isto é cada coisa...

Sobre o Natal

- Ainda não comprei prenda nenhuma e não estou preocupada
- Comi muito poucos Ferrero Rocher e isso preocupa-me



quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Aos meus melhores amigos!

 Mudámos tanto nos últimos anos, caramba, já nem nos vemos assim tantas vezes. Salvam-nos as minis reuniões nas redes ou os aniversários onde nunca falhámos.
 Saudades do antes, éramos uns porreiros tenho a dizer. Lembram-se das conversas até de manhã? E das caminhadas nocturnas? E dos lanches ao domingo à tarde? E das sessões de cinema em casa? Melhor ainda lembram-se de cantarmos até nos fartar? Aquela é ainda hoje a nossa música, pelo menos para mim. Sim, eu sei, sou a sentimental do grupo, se bem que o J. agora também anda meio nostálgico.
Mudou tanta coisa, já nem me lembro a última vez que estivemos todos juntos, falta sempre alguém. Somos uns desorganizados é o que é. E contra mim falo, vocês vêem-se gregos para me tirar do casulo. Ainda assim temos de arranjar tempo, tenho saudades nossas caramba, da nossa família. Nós sim somos o grande grupo, vivemos uns para os outros e não digam que estou a exagerar, vocês sabem que não estou, nos bons e nos maus estamos sempre lá, mesmo chateados, mesmo sem falar meses a fio, somos sempre os mesmos, não há volta a dar.
Aqui que ninguém nos ouve, digo-vos que são os melhores. Quer dizer, são os melhores dos melhores. Pronto vá, são os melhores do mundo. Gosto de vocês, caramba. E por isso, é que digo que este ano tem de haver jantar de natal, nem que seja só para ouvir o K. a rir.

Temos de nos juntar, temos de nos rir até fartar, gozar uns com os outros, contar as nossas histórias e criar umas quantas para mais tarde lembrar. No final vou abraçar-me a vocês e dizer: “Um brinde a vocês, são os melhores do mundo”!

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Alguém disse

"Perdoar é aceitar que o passado não vai mudar mas acreditar que o futuro pode ser diferente"

As minhas amigas são pessoas que têm sempre resposta para tudo. Simple the best!

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Aquele momento

em que choras baba e ranho com o final do Toy Story 3 e percebes que não estás boa da cabeça.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Alguém disse


Ainda por aqui...

Têm sido dias menos felizes, dias mais complicados, com muitas noites mal dormidas e muito cansaço à mistura. O problema é sempre o mesmo, demasiadas expectativas. Sempre achei que por esta altura ia estar numa outra fase, mais completa, mais satisfeita, mais feliz. Em momento algum pensei que iria sair tudo ao contrário... Dizem que devemos aceitar o que temos e eu até aceito, mas é sempre por pouco tempo,depois volto às tentativas, aos sonhos, às lutas.
Na realidade acredito que nada é para sempre e que será só uma fase como tantas outras. Já lá vão três anos, por isso que venha mais um, quem sabe não será este o ano da mudança.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Para hoje!

Um jantar, três amigas, conversas para uma noite inteira. Queria dizer que há melhor do que isto, mas...não há!